images/banners/slide1.jpg
A utilização incorreta das ferramentas manuais, podem danificá-las e ainda causar lesões aos colaboradores!

A utilização incorreta das ferramentas manuais, podem danificá-las e ainda causar lesões aos colaboradores!

É obrigação de o colaborador manter os equipamentos e ferramentas em condições de uso. ferramentas devem ser inspecionadas periodicamenteVamos pegar como exemplo, ferramentas simples, como alicates e chave inglesa que são utilizadas frequentemente nas atividades. Existem vários tipos de alicates - Os alicates diagonais possuem mandíbulas cortantes, que colocadas em ângulo, tornam-se especiais para pinos de chaveta. Alicates bico de pato: Auxiliam em aberturas estreitas, remoção e instalações de pinos, Retentores da mola de válvula, usados em alguns motores. alicate de corte são utilizadospara trabalhos em equipamentos elétricos e cortes preliminares de cabos elétricos. Deverão ser sempre isolados. Muitos colaboradores por desconhecimento acabam por retirar o isolamento em algumas situações retirando assim propriedade de proteção da ferramenta. Procure se orientar a respeito das ferramentas seguindo as recomendações: Não utilize os alicates como martelos, nem como chaves, pois poderão soltar estilhaços, uma vez que não sofreram o mesmo sistema de têmpera que a ferramenta indicada para este fim; Evite utilizar alicate em superfícies endurecidas, pois danifica os dentes, perdendo a garra; Não utilize um alicate como chave, pois, caso contrário, não aprisionará e danificará uma porca ou parafuso; Os alicates como as outras ferramentas, devem ser mantidos limpos.  Ponha um pouco de óleo no pino de articulação. Lembre-se que ferramentas em bom estado geral eficiência de serviço, e controle do risco de acidentes de trabalho. MTE.Segurança do Trabalho : Quais são as ferramentas e equipamentos de equipe de eletricistas de manutenção/operaçãoOutra ferramentas muito utilizada nas atividades de trabalho são as chaves inglesas: Use sempre as chaves que tenham as mandíbulas em boas condições e que sejam do tipo certo e tamanho próprio para o serviço; Nunca use calço entre a chave e a peça a ser rosqueada, pois dependendo da ação que será executada o aperto poderá ser parcial gerando insegurança que poderá gerar o acidente de trabalho. Não use a chave como martelo! Em muitos casos, dependendo da atividade alguns colaboradores tem por habito, usar mesmo estas ferramentas como se fossem martelos, vamos identificar essa não conformidade quando as mesmas estão amassadas e cheias de rebarbas e também com trancas devido a fortes pancadas que recebem durante a atividade.É obrigação de o colaborador manter os equipamentos e ferramentas em condições de uso. Não prolongue, por meio de tubos, o tamanho do cabo da chave. Neste caso é que o ato inseguro do colaborador pode culminar em um acidente por soltura de o prolongamento vindo o colaborar sofrer uma pancada que resultará numa luxação ou até mesmo numa fratura. Ajuste bem a abertura da chave inglesa às porcas ou parafusos que deseje apertar ou afrouxar: Aperte bem, antes de aplicar força na chave; Sempre coloque a chave na porca ou parafuso, a fim de puxar o cabo. As mandíbulas tendem a envolver mais a porca ou parafuso; Puxar uma chave inglesa é mais seguro do que empurra-la; Lubrifique periodicamente o fecho da abertura corrediça das chaves inglesas. Essas ferramentas são consideradas simples, e talvez por causa desta suposta simplicidade que os colaboradores acabam utilizando de forma insegura ou incorreta abrindo precedente para ocorrência de acidentes de trabalho no interior das empresas ou até mesmo nos domicílios quando o colaborador está numa atividade informal. Nunca utilize ferramentas se não estiver habilitado para fazer o serviço.Nunca utilize ferramentas se não estiver habilitado para fazer o serviço. Chame o especialista, principalmente se envolver riscos elétricos Caso a solução de uma não conformidade em equipamentos e ferramentas não esteja ao alcance do colaborador, as informações deverão ser repassadas ao encarregado ou ao supervisor da equipe. Neste contexto a segurança do trabalho tem importante papel que é dar o suporte para que as não conformidades sejam solucionadas de imediato para que dependendo do problema não se torne um risco em potencial para o colaborador. É obrigação também do colaborador que em caso de dúvida quanto à realização de qualquer tarefa solicitar orientação junto segurança do trabalho no sentido dirimir qualquer dúvida. Visto que essas ocorrências contrariam as normas de segurança da empresa e podem resultar em acidentes, devemos solicitando a empresa que fique atenta ao cumprimento dos procedimentos de segurança, criados para proteger a vida humana e a propriedade da empresa e de seus clientes. Para que essa experiência sirva como fator de melhoria para toda nossa equipe e para melhorarmos continuamente a qualidade dos serviços, o que é especialmente importante quando o assunto é segurança. Lembrando que o papel da segurança do trabalho tem como objetivo a prevenção de possíveis acidentes de trabalho. Por esse motivo que recomendamos que sejam feito os check list de ferramentas para que sejam identificadas falhas que podem comprometer o bom desempenho das atividades e colocar em risco a integridade física dos colaboradores. A normas de segurança passaram por revisões em 2019, mas o conceito de segurança, continua validado! 

 

 

Publicado emBlog
ATENÇÃO,  Nas atividades de trabalho confira se realmente todos os colaboradores RECÉM ADMITIDO, passaram pelo TREINAMENTO ADMISSIONAL

Só poderemos realizar atividade apos o treinamentoTodo empregado recém admitido deverá passar por um TREINAMENTO ADMISSIONAL antes de inciar as suas atividades de trabalho e deverão  ter como conteúdo itens como: a) informações sobre as condições e meio ambiente de trabalho e os riscos inerentes a sua função; Os riscos ambientais de trabalho podem ser agentes físicos, químicos ou biológicos, riscos de acidentes e riscos ergonômicos, podendo causar danos à saúde do profissional em função da sua natureza, concentração, intensidade, tempo de exposição ou falta de equipamentos de proteção apropriados. Podemos citar alguns exemplos de riscos ambientais: – Agentes físicos: ruídos, vibrações, pressões anormais, temperaturas extremas, radiações, etc. – Agentes químicos: poeiras, fumos, Nevoas , neblinas, gases, vapores que podem ser absorvidos por via respiratória ou através da pele, etc. – Agentes biológicos: bactérias, fungos, bacilos, parasitas, protozoários, vírus, entre outros. – Riscos Acidentes: arranjo físico inadequado, máquinas e equipamentos sem proteção, ferramentas inadequadas ou defeituosas, Iluminação inadequada, eletricidade, probabilidade de incêndio ou explosão, armazenamento inadequado, animais peçonhentos, entre outras situações de risco que poderão contribuir para a ocorrência de acidentes; – Riscos Ergonômicos: esforço físico intenso, levantamento e transporte manual de peso, exigência de postura inadequada, controle rígido de produtividade, imposição de ritmos excessivos, jornadas de trabalho prolongadas, monotonia e repetitividade, além de outras situações causadoras de stress físico e/ou psíquico. Se o trabalho é realizado em locais onde há a exposição a agentes que podem prejudicar a saúde, a empresa é obrigada por lei, a fornecer gratuitamente equipamentos de proteção individual (EPIs) adequados, orientar e fiscalizar para que os trabalhadores utilizem corretamente estes equipamentos e adotar medidas que diminuam os riscos. E caso a empresa cumpra com suas obrigações, fornecendo e fiscalizando o uso dos equipamentos de proteção, cabe ao trabalhador acatar e cumprir estas determinações. Pois se o trabalhador se negar a usar corretamente os equipamentos de segurança, ele será primeiramente advertido e se continuar se negando a utilizar estes equipamentos, poderá caracterizar falta grave e o profissional pode ser inclusive demitido por justa causa. c) uso adequado dos Equipamentos de Proteção Individual - EPI; Importância do EPI O EPI é importante para proteger os profissionais individualmente, reduzindo qualquer tipo de ameaça ou risco para o trabalhador. O uso dos equipamentos de proteção é determinado por uma norma técnica chamada NR 6, que estabelece que os EPIs sejam fornecidos de forma gratuita ao trabalhador para o desempenho de suas funções dentro da empresa. É obrigação dos supervisores e da empresa garantir que os profissionais façam o uso adequado dos equipamentos de proteção individual. Os EPIs devem ser utilizados durante todo o expediente de trabalho, seguindo todas as determinações da organização.d) informações sobre os Equipamentos de Proteção Coletiva - EPC, existentes no canteiro de obra. Obs: Um EPI que está em evidência atualmente entre as autoridades é o colete a prova de balas, pois durante suas atividades podem ser alvos de atentados como o ocorrido com Jair Bolsonaro no Brasil.  Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC) são equipamentos utilizados para proteção de segurança enquanto um grupo de pessoas realiza determinada tarefa ou atividade. Esses equipamentos não são necessariamente de proteção de um coletivo, muitas vezes, são apenas de uso coletivo, como por exemplo, uma máscara de solda ou um cinto de segurança para alturas. Como o próprio nome diz, os equipamentos de proteção coletiva (EPC) dizem respeito ao coletivo, devendo proteger todos os trabalhadores expostos a determinado risco. Poderá ser um dispositivo, um sistema, ou um meio, fixo ou móvel, diferente do EPI, que serve para proteger somente quem está usando, como por exemplo, luvas, capacete, óculos etc. O equipamento de proteção coletiva protege todos ao mesmo tempo, pois todos observam, usam ou são beneficiados. São exemplos de equipamentos de proteção coletiva:  Proteção de partes móveis de máquinas; Enclausuramento acústico de fontes de ruído;Ventilação dos locais de trabalho;Proteção de partes móveis de máquinas Exaustores para gases e vapores; Tela / grade para proteção de polias, peças ou engrenagens móveis;Ar-condicionado/aquecedor para locais frios; Placas sinalizadoras; Avisos, Sinalizações; Sensores de máquinas; Corrimão; Fitas antiderrapantes de degrau de escada;Ventiladores;Apresentação da ORDEM DE SERVIÇO sobre segurança e medicina do trabalho.Portaria n.º 3.214, de 08/06/78, do MTB. NR-01, itens 1.8 e 1.8.1: 1.8 - Cabe ao empregado: a) Cumprir as disposições legais e regulamentadoras, sobre Segurança e Medicina no Trabalho, inclusive ordem de serviço expedida. pelo empregador; b) Usar o EPI fornecido pelo empregador; c) Submeter-se aos exames médicos previstos nas Normas Regulamentadoras; d) Colaborar com a empresa na aplicação das Normas Regulamentadoras. 1.8.1 - Constitui ato faltoso a recusa injustificada do empregado ao cumprimento do disposto no seu item anterior. NR-06, item 6.7: 6.7 - Obriga-se o empregado, quanto ao EPI a: a) Usá-lo somente para finalidade a que se destina; b) Responsabilizar-se por sua guarda e conservação; c) Comunicar ao empregado qualquer alteração que o tome impróprio para o uso Todas estas recomendações devem estar descritas na ordem de serviços do colaborador que deverá ser assinada pelo posteriormente ao treinamento admissional.

 

Publicado emBlog
Prevenção de acidentes nas atividades de concretagem na construção civil

Os trabalhos com estruturas de concreto devem ser supervisionados por profissional legalmente habilitado, sendo que antes do início dos trabalhos todos os dispositivos e equipamentos devem ser obrigatoriamente inspecionados; Armações de Aço: O local de estocagem dos vergalhões preferencialmente deverá ficar próximo à central de armações, não se devendo colocar as ferragens diretamente ao solo e separando-as por bitolas. A dobragem e o corte de vergalhões de aço em obra devem ser feitos sobre bancadas ou plataformas apropriadas e estáveis, apoiadas sobre superfícies resistentes, niveladas e não escorregadias afastadas da área de circulação de trabalhadores. A bancada ou plataforma apropriada deverá estar com os pontos de apoio devidamente fixados no solo para evitar tombamento. A área de trabalho onde estará situada a bancada de armação deve ter/ser cobertura resistente para proteção dos trabalhadores contra quedas de materiais e intempéries e piso não escorregadio. As e lâmpadas de iluminação da área de trabalho da armação de aço devem ser protegidas contra impactos provenientes da projeção de partículas ou de vergalhões. É recomendável que tanto o local de estocagem como a central de armação estejam afastadas de fiação Elétrica aérea. A colocação da armação no interior da forma deve ser feita com toda precaução, para não se imprensar mãos e dedos. É obrigatória a colocação de pranchas de madeira firmemente apoiadas e fixada sobre as armações nas fôrmas, para a circulação de colaboradores. Sempre que for necessário caminhar diretamente sobre armação de laje ou viga, deve-se cobri-las com. Tábuas os locais de circulação obrigatória de trabalhadores, principalmente sob armação negativa de laje. Fiações aéreas não devem ser penduradas, amarradas ou estar em contato em hipótese alguma com. Armações, devido ao risco de passagem de corrente para esses materiais. A poli corte guilhotina e dobradeira de aço somente poderão ser operados profissionais, devidamente. Habilitados que sejam autorizados a utilizarem os equipamentos. Tais equipamentos deverão possuir Dispositivo liga-desliga de modo que somente os operadores autorizados tenham acesso. Os equipamentos deverão ter sistema de acionamento por meio de chave. O operador da poli corte, guilhotina e dobradeira deverão ser treinadas no manual do equipamento. Na frente de serviço onde estão os equipamentos poli corte, guilhotina e dobradeira deverá ter evidência. Efetiva “caro metro/foto” dos colaboradores autorizados a operar os equipamentos. As operações de corte e solda de vergalhões devem obedecer também os procedimentos de segurança Específicos para aquelas operações. As armações de pilares, vigas e outras estruturas verticais devem ser apoiadas, escoradas, amarradas e. Estadias para evitar tombamento e desmoronamento. É proibida a existência de pontas verticais de vergalhões de aço desprotegidas. Durante a descarga de vergalhões de aço, a área deve ser isolada. Durante o transporte manual de vergalhões uso obrigatório de proteção para os ombros “ombreira “Almofadada” para apoio dos vergalhões. Obs.: A ombreira deverá ser de couro Após a confecção de da armação as laterais deverão ter proteção devido arame com partes cortantes. É proibida a existência de pontas horizontais de vergalhões de aço desprotegidas. Qualquer transporte manual de vergalhões ou armação pronta deve ser feito com toda preocupação para Que pessoas não sejam atingidas. Durante o transporte manual de vergalhões é proibido a existência de pontas desprotegidas. O concreto é um material composto basicamente pela mistura de cimento Portland, agregado miúdo, agregado graúdo, água e eventualmente adições ou aditivos químicos, composto e adensado de forma a não reter quantidade de ar acima daquela incorporada intencionalmente. A armação é o esqueleto do concreto, é a peça que ficará internamente presa a peça concretada. As Fôrmas são moldes provisórios destinados a receber o concreto, que futuramente serão removidas. A Alvenaria são os elementos destinados a separar ambientes externos e internos, utilizando materiais adequados e específicos, ela poderá ser de vedação ou estrutural, dependendo da finalidade. OS Equipamentos de Proteção Individual recomendados para realização das atividades são os seguintes: Capacete com Jugular; b) Botina de segurança; c) Botina de PVC (quando necessário); d) Luva nitrílica (quando necessário); e) Óculos de segurança; f) Protetor auricular tipo concha; g) Luvas de vaqueta ou de raspa; h) Máscara contra poeira (quando necessário); i) Cinto pára-quedista (quando necessário); j) Avental impermeável (quando necessário); k) Ombreira de Couro almofadada; l) Protetor facial; m) Cinto de segurança tipo paraquedista. Não importa se a atividade é particular ou privado, todos devemos cumprir as recomendações de segurança!!!

 

Publicado emBlog
Curso NR

Mais Lidas

Como elaborar relatório de ocorrência de acidente de transito, no veículo  a serviço da empresa
Blog Como elaborar relatório de ocorrência de acidente de...
No Brasil os dados são ainda inconsistentes, mas acidentes e doenças do trabalho impactam ...
A utilização incorreta das ferramentas manuais, podem danificá-las e ainda causar lesões aos colaboradores!
Blog A utilização incorreta das ferramentas manuais, podem danificá-las...
É obrigação de o colaborador manter os equipamentos e ferramentas em condições de uso. V...
Nas atividades de trabalho, a utilização dos EPIs, é mais que um dever, é uma obrigação !
Blog Nas atividades de trabalho, a utilização dos EPIs,...
O trabalhador poderá interromper suas atividades quando constatar uma situação de trabalho...
Técnico de segurança do trabalho  e as suas atribuições nos canteiros de obras
Blog Técnico de segurança do trabalho e as...
Independentemente da obrigatoriedade legal, as empresas que executarem atividades deverão ...

Quer receber mais conteúdos brilhantes como esses gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nosso conteúdos por email

O Blog Segurança do Trabalho tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento pessoal e profissional dos seus leitores, visando aborda sobre os mais variados temas no âmbito da segurança e saúde do trabalho, direito trabalhista, direito previdenciário, meio ambiente, comportamento pessoal e profissional, entre outros. Dessa forma, o site vem ganhando seu espaço e reconhecimento.