images/banners/slide1.jpg
Risco de acidentes em casa ou nos ambientes de trabalho

Todos os dias os noticiários relatam acidente que é qualquer ocorrência de natureza indesejável relacionada direta ou indiretamente ao trabalho, incluindo os  acidentes de trabalho. Que podem ser manifestados em casa, quando tentamos, por exemplo: realizar a troca de uma lâmpada e caímos da escada por estar realizando a atividade sozinha, a escada tomba e acabamos caindo, graves ou não poderemos sofrer lesões que podem nos impedir de trabalhar na empresa no dia seguinte. No lazer quando estamos numa ciclovia e somos atropelados por um veiculo, cujo condutor fez uso de bebida alcoólica na condução do veículo executando uma atividade de trabalho. Ou se no final da contas, tudo esta relacionado ao trabalho de alguma forma, as vezes praticamos a ação ou somos vitimas! Poderemos também estar sujeitos à ocorrência dos incidentes que sem ter resultado em danos à saúde ou integridade física de pessoas tinha potencial para causar tais agravos. Exemplo: andaime cai próximo a um trabalhador que consegue sair a tempo e não sofre lesão. Existem também aquelas circunstancias indesejadas que é a condição, ou um conjunto de condições, com potencial de gerar acidentes ou incidentes. Exemplos: trabalhar em andaime fixado inadequadamente (instável), dirigir em alta velocidade com veículos de carga. O trabalhador é qualquer pessoa que tenha qualquer tipo de relação de trabalho com as empresas envolvidas no acidente, independentemente da relação de emprego. Executando atividade com registro ou não, alguém será responsabilizado! Os indivíduos públicos são aquelas pessoas que não sendo trabalhador sofra os efeitos de acidentes originados em processos de produção ou de trabalho, tais como visitantes, transeuntes e vizinhos. EX: Na sua atividade, criou condições para que outra pessoa fosse vitima de acidente. De repente além de estar em risco, pode colocar outras pessoas em perigo, que nada mais é do que a exposição de pessoas a perigos. O risco pode ser dimensionado em função da probabilidade e da gravidade do dano possível. Podendo ser Fatal com a morte ocorrida em virtude de eventos acidente relacionada ao trabalho. Ex: intervenção em instalações elétrica não, portanto luvas de proteção. Os acidentes de acordo com a sua diversidade, podem ser de natureza grave com a amputações ou esmagamentos, perda de visão, lesão ou doença que leve a perda permanente de funções orgânicas (por exemplo: pneumoconioses fibrogênicas, perdas auditivas), fraturas que necessitem de intervenção cirúrgica ou que tenham elevado risco de causar incapacidade permanente, queimaduras que atinjam toda a face ou mais de 30% da superfície corporal ou outros agravos que resultem em incapacidade para as atividades habituais por mais de 30 dias. Ou o acidente pode ser moderado: com agravos à saúde que não se enquadrem nas classificações anteriores e que a pessoa afetada fique incapaz de executar seu trabalho normal durante três a trinta dias. Ou também ele pode ser classificado como leve onde todas as outras lesões ou doenças nas quais a pessoa acidentada fique incapaz de executar seu trabalho por menos de três dias. Alguns acidentes podem gerar dano a uma propriedade, instalação, máquina, equipamento, meio-ambiente ou perdas na produção. Se não tratado de imediato existe a probabilidade de uma recorrência. Poderá acontecer novamente e em breve. É bom que não queiramos pagar para ver ! Portanto seja em casa ou no trabalho, acidente tem de ser tratado como acidente, pois de repente achamos as ocorrências insignificantes, não damos a atenção vamos deixando passar e quando damos conta, vidas podem ser perdidas simplesmente porque, sabíamos do risco, e não tomamos nenhuma ação de criar situações para evita-lo.

  

 

Publicado emBlog
COMO O ACIDENTE DE TRABALHO MODIFICA TODA A VIDA DE EMPREGADORES E EMPREGADOS

A falta de controle é o princípio da sequência de fatores causais que originam um acidente, que dependendo de sua gravidade, pode gerar muitas ou poucas perdas. Mas estas perdas que estamos referindo não são as perdas financeiras, são as perdas relacionadas ao trabalhador como um todo. Um programa inadequado é aquele onde se expõe o trabalhador a riscos sem se preocupar com a prevenção. Padrões inadequados do programa e cumprimento inadequado dos padrões. Muitas vezes a regra é sempre produzir, produzir e produzir. As causas básicas são as razões de ocorrerem os atos e condições inseguras que podem levar ao acidente.A pressão para entregar no prazo estabelecido, sem se preocupar com a segurança no trabalho. As causas imediatas são as circunstâncias que precedem imediatamente o contato e que podem ser vistas ou sentidas. Atualmente, utilizam-se os termos abaixo dos padrões e condições abaixo dos padrões. Atos ou práticas abaixo dos padrões, Condições abaixo do padrão. Os incidentes são eventos que antecedem as perdas, isto é, são os contatos que poderiam causar uma lesão ou dano. Ex: quando se tem uma casca de banana no piso, se não for retirada a tempo provavelmente alguém vai pisar, escorregar e cair. Motorista de veiculo de grande porte, com excesso de carga trafegando em alta velocidade, tendencialmente poderá ocorrer a colisão ou tombamento. Quando se permite que tenham condições abaixo do padrão ou atos abaixo do padrão, aumentam as chances de ocorrerem incidentes e acidentes. Ex: Trabalho em altura sem portar os equipamentos de segurança. As perdas são os resultados de um acidente, que geram vários tipos de perdas: às pessoas quando são lesionadas e ficam incapacitadas para o trabalho, à propriedade quando se tem área destruída pela rompimento de uma barragem, aos produtos quando são contaminados por falta de higienização da área, ao meio ambiente quando animais são contaminados pela negligencia humana e aos serviços.O tipo e o grau dessas perdas dependerão da gravidade de seus efeitos, que podem ser insignificantes ou catastróficos.Geralmente nessas ocorrências , teremos o trabalhador ferido, o seu companheiro de trabalho ou até todas a equipe listada na atividade.As lesões decorrentes de acidente de trabalho podem gerar tratamentos médicos que muitas vezes são caros e não tem a cobertura do SUS, custos de compensação (custos segurados); danos aos imóveis, aos equipamentos, ferramentas e a produto e materiais.Interrupção e atrasos de produção geram gastos legais; com equipamentos e previsões de emergência, lesões e enfermidades.Aluguel de equipamentos de substituição, tempo de investigação, horas extras, tempo extra de supervisão, menor produção do trabalhador acidentado após o retorno, isso é, quando retorna! No caso da empresa, quando se tem um acidente o prestígio fica manchado e a possibilidades de fazer negócios fica comprometida. Na ocorrência do acidente de trabalho o trabalhador deve levar o fato ao conhecimento da empresa, Não se deve achar que é coisa, porque talvez pode se agravar, e se não foi comunicado fica difícil o ressarcimento por parte da empresa junto aos órgãos competentes. Esta por sua vez deve comunicar o fato à Previdência Social através da CAT’s (Comunicação de Acidente do Trabalho). A empresa deverá elaborar relatório de investigação e análise de acidente, conduzido e assinado pelo SESMT e a CIPA, com todo detalhamento necessário ao perfeito entendimento da ocorrência. Responsabilidade civil e criminal nos acidentes do trabalho. “Quem tem o poder, tem o dever correspondente”    “Não sou eu que quero, é a norma que exige” Preste bem atenção nesta frase!  “Quem cria o perigo, ainda que não tenha culpa, tem o dever de eliminá-lo” Qualquer pessoa poderá responder criminalmente, quando da ocorrência de um acidente do trabalho, caso seja comprovada: É a atuação intempestiva e irrefletida. Consiste em praticar uma ação sem as necessárias precauções, isto é, agir com precipitação, inconsideração, ou inconstância. Ex: Ultrapassar veículo pelo acostamento, não utilizar equipamentos de proteção individual.

    

Publicado emBlog
Curso NR

Mais Lidas

Como elaborar relatório de ocorrência de acidente de transito, no veículo  a serviço da empresa
Blog Como elaborar relatório de ocorrência de acidente de...
No Brasil os dados são ainda inconsistentes, mas acidentes e doenças do trabalho impactam ...
A utilização incorreta das ferramentas manuais, podem danificá-las e ainda causar lesões aos colaboradores!
Blog A utilização incorreta das ferramentas manuais, podem danificá-las...
É obrigação de o colaborador manter os equipamentos e ferramentas em condições de uso. V...
Nas atividades de trabalho, a utilização dos EPIs, é mais que um dever, é uma obrigação !
Blog Nas atividades de trabalho, a utilização dos EPIs,...
O trabalhador poderá interromper suas atividades quando constatar uma situação de trabalho...
Técnico de segurança do trabalho  e as suas atribuições nos canteiros de obras
Blog Técnico de segurança do trabalho e as...
Independentemente da obrigatoriedade legal, as empresas que executarem atividades deverão ...

Quer receber mais conteúdos brilhantes como esses gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nosso conteúdos por email

O Blog Segurança do Trabalho tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento pessoal e profissional dos seus leitores, visando aborda sobre os mais variados temas no âmbito da segurança e saúde do trabalho, direito trabalhista, direito previdenciário, meio ambiente, comportamento pessoal e profissional, entre outros. Dessa forma, o site vem ganhando seu espaço e reconhecimento.