images/banners/slide1.jpg
Avalie este item
(0 votos)
Sábado, 10 Agosto 2019 15:19

Elaboraçâo da anàlise de risco da tarefa

Por FALCÃO PALADINO

 Técnica de identificação de riscos envolvidos nas etapas de uma atividade ou tarefa, com o propósito de servir aos envolvidos para sua realização de forma segura. A ANÀLISE DE RISCO DA TAREFA tem como foco as etapas que compõem uma atividade ou tarefa.  Atividade de Emergência: São as atividades que envolvem ações dos brigadistas, equipe de resgate e equipe médica para a remediação e controle de situações indesejadas. Situações de Risco: Fonte de danos potenciais ou situação potencialmente capaz de causar danos em termos de lesões e doenças ao ser humano, prejuízos ao meio ambiente, prejuízos à propriedade ou uma combinação entre eles. Freqüência: Número de ocorrências de um evento por unidade de tempo. Medida de Controle: Toda aquela que deve ser implementada a fim de reduzir a freqüência de ocorrência ou a severidade das conseqüências de cada situação de risco identificada. Risco: É a combinação da freqüência de ocorrência e da conseqüência (severidade) de uma situação de risco. Serviços Rotineiros: São serviços que fazem parte da rotina habitual de trabalho. Serviços não Rotineiros: São serviços que não fazem parte da rotina habitual de trabalho. Serviços Anormais: São serviços que ocorrem em função de situações indesejadas do processo normal de trabalho. Severidade: Classificação da extensão dos danos e perdas associados às potenciais conseqüências de um acidente, na hipótese de falha das proteções. Tarefa: É uma seqüência de ações definidas que compõem a execução de uma atividade para realização de um trabalho. Tarefa Crítica: Determinada tarefa que tem um alto potencial de produzir perdas para pessoas, propriedade, processos, produto e/ou ambiente, quando não executada de forma adequada. ELABORAÇÂO DA ANÀLISE DE RISCO DA TAREFA  Antes do início das atividades a contratada deverá formar uma equipe multidisciplinar, composta no mínimo por: Preposto, Eng. de Produção, Encarregado, Executante da Tarefa e Técnico em Segurança,  para elaborar a ART contemplando todas as tarefas. Em cada frente de serviço a contratada deverá disponibilizar a ART de Campo de acordo com as tarefas realizadas, sendo obrigatória a divulgação para todos os empregados envolvidos na realização da tarefa. A ART será utilizada durante a execução da atividade. Ex.: Atividade de pintura durará 15 dias, logo deve-se imprimir uma planilha para os 15 dias. Todos os executantes da atividade deverão assinar no verso do documento. Diariamente será elaborado o complemento da ART, em que os executantes da tarefa deverão informar os riscos não percebidos na ART. Os riscos identificados no complemento da ART deverão ser estudados.    Situação de risco. Informar se para cada passo da tarefa existe a seguinte situação de risco: Geração de fagulhas ou faíscas; Vazamentos de Produtos ou Substâncias Perigosas (inflamáveis, tóxicos, corrosivos, radioativos); Colisão; Queda de pessoas, de peças ou equipamentos; Prensamento ou esmagamento; Atropelamento; Projeção de peças ou fragmentos Desmoronamento;  Contato com superfície energizada; Contato com superfície cortante ou perfurante; Contato com partes móveis ou rotativas; Presença de atmosfera confinada (Atm pobre em O2); Reação descontrolada; Descargas atmosféricas; Ataque de animais; Exposição a temperatura extrema (elevada ou baixa); Exposição a agentes químicos: gases, poeira, fumos, etc. Exposição a Ruído; Iluminamento; Esforço físico intenso; Posição Inadequada; Exposição a Radiações Ionizantes. Descrição da Situação de risco: Descrever a circunstância relacionada ao item da tarefa que possa provocar acidente. Conseqüências/Efeitos da situação de risco Informar o que a situação de risco pode ocasionar: Demanda de somente primeiros socorros; Acidente sem afastamento; Acidente com afastamento; Acidentes incapacitantes permanentes ou (1) Uma Fatalidade; Mais de uma fatalidade. A elaboração da Análise de Risco da Tarefa deverá: Considerar as conseqüências para a Saúde e Segurança das pessoas, para a Segurança das instalações e para a imagem da Companhia decorrentes de acidentes nas atividades; Acidentes decorrentes de catástrofes naturais ou intencionais como sabotagens, atentados, roubos, entre outros; Exposição a agentes físicos, químicos e biológicos existentes no ambiente de trabalho que em função de sua natureza, concentração ou intensidade e tempo de exposição; Fatores ergonômicos, capazes de causar danos à saúde do empregado ou acidentes, Ser realizadas em todas as atividades rotineiras ou não; Conduzidas por equipes multidisciplinares, adequadamente capacitadas; Divulgada para todos os envolvidos na tarefa; Ficar disponível nas frentes de serviços em local adequado e resistente a intempéries que permita o acesso e consulta por todos; Ser revisada sempre que novos riscos ocorrerem, processos produtivos sejam modificados ou em um período máximo de cinco anos. As recomendações devem ser implementadas de forma controlada pela liderança da área responsável ou pelos gestores de contrato.

Curta também nossa pagina no: https://www.youtube.com/playlist?list=PLH1C3mD5hJqPv8rP1dZ40NjpxG7uyz264



Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Curso NR

Mais Lidas

A utilização incorreta das ferramentas manuais, podem danificá-las e ainda causar lesões aos colaboradores!
Blog A utilização incorreta das ferramentas manuais, podem danificá-las...
É obrigação de o colaborador manter os equipamentos e ferramentas em condições de uso. V...
Nas atividades de trabalho, a utilização dos EPIs, é mais que um dever, é uma obrigação !
Blog Nas atividades de trabalho, a utilização dos EPIs,...
O trabalhador poderá interromper suas atividades quando constatar uma situação de trabalho...
Técnico de segurança do trabalho  e as suas atribuições nos canteiros de obras
Blog Técnico de segurança do trabalho e as...
Independentemente da obrigatoriedade legal, as empresas que executarem atividades deverão ...
Como elaborar relatório de ocorrência de acidente de transito, no veículo  a serviço da empresa
Blog Como elaborar relatório de ocorrência de acidente de...
No Brasil os dados são ainda inconsistentes, mas acidentes e doenças do trabalho impactam ...

Quer receber mais conteúdos brilhantes como esses gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nosso conteúdos por email

O Blog Segurança do Trabalho tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento pessoal e profissional dos seus leitores, visando aborda sobre os mais variados temas no âmbito da segurança e saúde do trabalho, direito trabalhista, direito previdenciário, meio ambiente, comportamento pessoal e profissional, entre outros. Dessa forma, o site vem ganhando seu espaço e reconhecimento.